Porque o Bebe deve tomar sol todos os dias ??

Porque o Bebe deve tomar sol todos os dias

Desde que a Helena nasceu sempre escutava o  o bebe deve tomar sol todos os dias da pediatra e que deveria expor a Helena ao sol diariamente !!!! Eu adorava né quem não gosta de tomar um solzinho… Claro que nos devidos horários pois estamos falando de um recém nascido, ate as 10h00 da manha e após as 16h00 da tarde

 E porque o Bebe deve tomar sol todos os dias ?
O bebe recebe a vitamina D através do aleitamento materno e para que ela seja absorvida pelo organismo é preciso que o bebe seja exposto ao sol por alguns minutinhos !
Com isso, os raios solares transformam a vitamina D, que estava inativa no organismo em ativa. Conseqüentemente, o cálcio, fundamental para o crescimento e desenvolvimento dos ossos também é melhor absorvido.
A recomendação é de exposição solar a partir da segunda semana de vida, 30 minutos por semana com a criança usando apenas fralda, de seis a oito minutos por dia, três vezes na semana; ou 2 horas por semana, expondo apenas a face e as mãos da criança, sendo 17 minutos por dia. A Helena tomava esse sol com uma roupinha bem leve… nunca de fralda apenas, não tinha coragem de deixa-la apenas de fralda !!!
A deficiência da vitamina no organismo pode levar a problemas como atraso no desenvolvimento, baixa estatura, falência de crescimento, dor óssea, fraturas, atraso na erupção dentária, susceptibilidade a infecções e distúrbios respiratórios e cardíacos.
O ideal é tomar esse sol sem a barreira de vidro, mas quando estava frio colocava a Helena no sol mesmo tendo a barreira do vidro. Segundo pediatras o vidro filtra boa parte dos raios solares.
Então mamães bora colocar a criançada para tomar sol !!!

Além do papel já reconhecido na preservação da estrutura óssea e no metabolismo do cálcio, evitando fraturas e osteoporose na vida adulta e o raquitismo nas crianças, estudos mais recentes apontam para outros benefícios da vitamina D, especialmente em relação à melhora da imunidade e prevenção de doenças auto imunes, como diabetes tipo I e esclerose múltipla, e até alguns tipos de câncer (mama, próstata, cólon). “Para aproveitar os benefícios da vitamina D as mães devem ter alguns cuidados no momento da exposição solar, principalmente em relação à hidratação do bebê. Deve-se oferecer bastante água, usar roupas leves e estar atento aos sinais de desidratação, como urina escassa e escura, olhos encovados, choro sem lágrima, irritabilidade, moleira funda, saliva espessa e boca seca”, orienta.

Existem também alimentos que são fontes de obtenção da vitamina D, mas a pediatra explica que menos de 10% é proveniente de fontes alimentares, o que torna o ato de tomar sol ainda mais efetivo. A deficiência da vitamina no organismo pode levar a problemas como atraso no desenvolvimento, baixa estatura, falência de crescimento, dor óssea, fraturas, atraso na erupção dentária, susceptibilidade a infecções e distúrbios respiratórios e cardíacos. “Esses sinais devem ser diagnosticados pelo pediatra, nas consultas de rotina, e esta é a recomendação mais importante a ser dada aos pais”, afirma.

 

Deixe uma resposta